Imprimir  Voltar  Home 


  Sindicato Nacional dos Docentes das Instituições de Ensino Superior - ANDES-SN


Data: 05/03/2015

ANDES-SN terá audiência no MEC na próxima terça (10)

A diretoria do ANDES-SN deve ser reunir com o Ministério da Educação (MEC) na próxima terça-feira (10). A audiência acontece quase dois meses após o Sindicato Nacional ter solicitado reunião com o MEC (veja aqui), para dar continuidade à discussão sobre a reestruturação da carreira docente e também após o 34º Congresso da entidade, realizado em Brasília entre 23 e 28 de fevereiro, que deliberou pela pauta de reivindicações e plano de lutas dos docentes das Instituições Federais de Ensino.

“Nós protocolamos um pedido de audiência no MEC para dar continuidade aos processos que tínhamos entabulados com a Sesu [Secretaria de Ensino Superior], no primeiro semestre de 2014, quando chegamos a ter um consenso em relação aos princípios norteadores da carreira”, esclarece Paulo Rizzo, presidente do ANDES-SN.De acordo com Rizzo, o 34º Congresso do Sindicato Nacional fez a atualização da pauta de reivindicações dos docentes das IFE para 2015, que foi protocolada junto ao MEC nesta quinta-feira (5). Confira aqui.

“A pauta aprovada no congresso mantém os princípios da carreira, acrescenta outras reivindicações e também os termos da campanha salarial unificada dos Servidores Federais. Queremos que com essa audiência seja estabelecido um processo de negociação com o Ministério da Educação, mas retomando os princípios da carreira, sem o que não há como avançar”, explica.

Além da pauta de reivindicações, o presidente do ANDES-SN lembra que os delegados do 34º Congresso aprovaram ainda uma agenda de lutas que inclui, entre outras atividades, o ato nacional contra a privatização do SUS e contra a Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh), que acontece nesta sexta-feira no Rio de Janeiro, rodadas de assembleias durante o mês de março e participação na Jornada de Lutas dos SPF, em Brasília, entre 7 e 9 de abril, com a discussão sobre o indicativo de greve dos servidores federais.

Confira a agenda completa:

Entre 2 e 6 de março: protocolar a pauta dos docentes das IFE no Ministério da Educação, com cópia para o Ministério do Planejamento, solicitando audiência com o Ministro da Educação;
6 de março: Ato Nacional no Rio de Janeiro e nos estados contra a privatização do SUS e contra a Ebserh;
Mês de março: Jornada de lutas dos SPF nos estados, com discussão sobre o indicativo de greve unificada dos SPF;
Mês de março: enviar para as Seções Sindicais InformANDES especial, frente e verso, para mobilização da categoria;
16 a 25 de março: rodada de Assembléias gerais das seções sindicais do Setor para:
     - discutir a mobilização da categoria, atualização da pauta local, SPF e definição de estratégias de luta e negociação;
     - discutir sobre a construção da greve nas IFE para que seja avaliada na reunião do Setor das Ifes;
     - Pautar nas assembleias a realização de um dia de paralisação na semana da jornada de lutas dos SPF em abril;
28 e 29 de março:
Reunião do Setor das Ifes em Brasília;
7 a 9 de abril: Jornada Nacional de Lutas, em Brasília, com a discussão sobre o indicativo de greve dos SPF.


Fonte: ANDES-SN


+18
|
-4
| Denunciar

1 comentários | 3203 visualizações | 22 avaliações

Comentar esta notícia
 
SABOYA
06/03/2015
Id: 12563
Até agora o governo só recebe o sindicato, pois negocia com o Proifes os pontos e aprova, qual a tática pra furar este bloqueio ? qual ação junto ao MEC, desde que o PT está no governo, foi tentada e obteve sucesso ?