Imprimir  Voltar  Home 


  Sindicato Nacional dos Docentes das Instituições de Ensino Superior - ANDES-SN


Data: 26/04/2016

Docentes da Uespi em greve desde 18 de abril intensificam mobilização

Os docentes e servidores técnico-administrativos da Universidade Estadual do Piauí (Uespi) estão em greve desde 18 de abril. Eles exigem a revogação imediata da Lei 6.772/2016 que engessa a carreira dos servidores públicos estaduais, a implantação imediata das promoções, progressões e mudanças de regime de trabalho - já publicadas no Diário Oficial do Estado -, além da garantia de melhorias estruturais da nossa instituição.

A falta de investimentos na Uespi é latente. As bolsas de alimentação e moradia estão sempre atrasadas e as monitorias remuneradas foram extintas. A falta de laboratórios e de professores efetivos ameaça a validação de cursos em todo o estado. A reforma, criação e ampliação de bibliotecas e restaurantes universitários também são demandas importantes para os campi. É o que afirma Janete Brito, diretora da Associação dos Docentes da Uespi (Adcesp – Seção Sindical do ANDES-SN).

“Nossa greve está muito forte. Temos grande adesão nos campi, grandes mobilizações, e apoio dos estudantes. Nesta terça (26) realizamos uma aula pública em frente ao campus de Teresina, com teatro, esportes, etc”, afirma a diretora da Adcesp-SSind. Janete Brito comenta que, no entanto, o governo estadual sequer respondeu os ofícios dos grevistas e ainda não houve início das negociações. A Adcesp SSind. lançou também uma campanha nas redes sociais “100 motivos para grevar”, que destaca os diversos problemas vivenciados pela comunidade acadêmica, como falta de laboratórios, de materiais de consumo, de segurança, de transporte público, atraso no pagamento de bolsas, entre outros.

Confira as pautas da greve da Uespi

- Revogação da Lei 6.772/2016;

- Implantação imediata das promoções, progressões e mudanças de regime de trabalho dos docentes;

- Implantação imediata das promoções, progressões dos técnicos administrativos;

- Reformulação do Plano de Cargo e Salários dos técnicos administrativos;

- Autonomia financeira da Uespi;

- Concurso para docentes e Técnicos;

- Pagamento imediato de todas as bolsas atrasadas dos estudantes da Uespi.

Leia também:

Docentes de várias universidades estaduais intensificam mobilização e deflagram greves

 


Fonte: ANDES-SN


+1
|
0
| Denunciar

0 comentários | 1251 visualizações | 1 avaliações

Comentar esta notícia