Imprimir  Voltar  Home 


  Sindicato Nacional dos Docentes das Instituições de Ensino Superior - ANDES-SN


Data: 17/11/2016

Centrais Sindicais realizam dia de Paralisações e Protestos em 25 de novembro

As Centrais Sindicais se reuniram na manhã dessa quarta-feira (16) na sede do Dieese, em São Paulo. Além da CSP-Conlutas, também estiveram presentes lideranças da CUT (Central Única dos Trabalhadores), UGT (União Geral dos Trabalhadores), Nova Central Sindical, Força Sindical, Intersindical, CGTB (Central Geral dos Trabalhadores do Brasil) e CTB (Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil). Atnágoras Lopes, da Executiva da CSP-Conlutas, representou a central no encontro.

O objetivo da reunião foi a preparação do “Dia Unificado de Protestos e Paralisações” em 25 de novembro. Em consenso, os dirigentes sindicais deliberaram os quatro eixos unitários. São eles: Em defesa da saúde e educação: Contra a PEC 55 (antiga 241) e a Reforma do Ensino Médio; Em defesa dos direitos dos trabalhadores: Contra a Reforma Trabalhista; Em defesa da aposentadoria: Contra a Reforma da Previdência; Em defesa do emprego: Redução da jornada de trabalho sem redução salarial.

O dia 25 de novembro será o ponto alto da Jornada de Lutas com a participação e convocação de todas as Centrais Sindicais e entidades de base. Segundo Atnágoras Lopes, a CSP Conlutas defendeu que o acúmulo de forças e unidade são fundamentais neste momento e que a única forma de barrar os ataques promovidos pelo governo Temer é com a realização de uma grande Greve Geral. “Vamos organizar os trabalhadores para enfrentar ataques que estão na ordem do dia, é hora de intensificar as mobilizações rumo à construção da Greve Geral”, ressaltou o representante da Secretaria Executiva Nacional da CSP-Conlutas.

CSP-Conlutas divulga materiais para fortalecer o dia 25 de novembro

Para intensificar a mobilização e a preparação do Dia Nacional de Paralisações e Greves, a CSP Conlutas produziu materiais de divulgação, para ampla disseminação nas redes sociais, nas ruas, nas ocupações das escolas, nas universidades, em cada local de trabalho e nas lutas por moradia. Com informativo especial, cartazes, adesivos, campanha nas redes sociais, a CSP-Conlutas está nas ruas, nas ocupações das escolas, nas universidades, em cada local de trabalho e nas lutas por moradia.

Manifestações, ocupações e greves contra a PEC 55 e os demais ataques aos direitos sociais  vêm ocorrendo em todo o país. No último dia 11 de novembro, milhares de brasileiros saíram às ruas para participar da Jornada de Lutas em protesto contra a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 55/2016 (antes chamada de PEC 241), que corta os investimentos em educação, saúde, segurança e outras áreas por vinte anos, e também contra a Reforma da Previdência e a Reforma Trabalhista. 

O ANDES-SN construiu ativamente a Jornada de Lutas, assim como a CSP-Conlutas, visando aumentar a mobilização para a construção de uma Greve Geral, que impeça a violenta retirada de direitos que o governo brasileiro tenta impor aos trabalhadores. A Jornada foi considerada um importante ponto de partida para fortalecer o “Dia Nacional de Luta com mobilização, protestos e paralisações” em 25 de novembro, e reforçar o chamado por Greve Geral.

Confira aqui o cartaz e o tabloide da CSP-Conlutas

Com informações da CSP Conlutas

 


Fonte: ANDES-SN


+20
|
-2
| Denunciar

0 comentários | 13779 visualizações | 22 avaliações

Comentar esta notícia