Imprimir  Voltar  Home 


  Sindicato Nacional dos Docentes das Instituições de Ensino Superior - ANDES-SN


Data: 26/10/2018

Na Paraíba, PF apreende panfleto que defendia democracia e universidade pública

“Nós, docentes da Universidade Federal de Campina Grande, diante das ameaças que estão colocadas para toda a sociedade brasileira, as quais atacam diretamente os direitos dos trabalhadores e trabalhadoras, colocando em riscos nossas lutas, nossas conquistas históricas e as nossas liberdades democráticas, nos manifestamos em defesa da Universidade Pública e Gratuita”.

Assim começa o panfleto da Seção Sindical do ANDES-SN na UFCG (Adufcg SSind.) apreendido, nessa quinta-feira (25), pela Polícia Federal. Segundo ordem da Justiça Eleitoral, a polícia deveria recolher os panfletos intitulados “Manifesto em Defesa da Democracia e da Universidade Pública”.

Além da defesa da Universidade Pública e Gratuita, material elenca outros nove pontos que os docentes defendem: a autonomia universitária; os direitos dos trabalhadores e trabalhadoras; a liberdade de ensino e pesquisa; a carreira e a valorização docente; a estabilidade dos servidores públicos; a assistência estudantil; residência e restaurante gratuito e universal; democratização do acesso e permanência na educação superior; da vida, da diversidade e da dignidade humana e da democracia e das liberdades democráticas.

O mandado, assinado pelo Juiz eleitoral, Horácio Ferreira de Melo Júnior, determinava ainda busca e apreensão “de outros materiais de campanha eleitoral em favor do Candidato a Presidente da República Fernando Haddad”.

O panfleto, considerado propaganda eleitoral pela Justiça, no entanto, não faz menção alguma aos dois candidatos ao segundo turno da eleição presidencial, nem mesmo aos seus partidos ou números de legenda.

O manifesto conclui ressaltando que “o ato educativo só é possível em um contexto de liberdade e de democracia, pois somente dessa forma podemos existir e exercer plenamente a nossa condição humana. Desse modo, não aceitamos a destruição da educação pública e combatemos veementemente o ódio, a perseguição e a ignorância”. E finaliza pedindo o voto a favor da democracia, da universidade pública, gratuita e de qualidade.

Além dos panfletos, a Polícia Federal apreendeu os hard drives (HDs) de todos os computadores da entidade.


Fonte: ANDES-SN


+1
|
0
| Denunciar

0 comentários | 343 visualizações | 1 avaliações

Comentar esta notícia